Gordura Localizada pela Linguagem do Corpo


Pela linguagem do corpo, a gordura localizada representa assuntos que não foram terminados, coisas que estão mal resolvidas, sentimentos que foram colocados debaixo do tapete e a gordura está lá para lembrar que aquele assunto precisa ser resolvido. Cada parte do corpo vai representar um departamento da vida. Gordura na parte superior da barriga representa que não está vivendo a vida como gostaria. Na parte de baixo da barriga, abaixo do umbigo, representa seus prazeres sexuais. Nas laterais da coxa, o famoso culote, representa mágoa contra papai, por ter tido um pai ausente localized fatde alguma forma; pode ser por vários motivos, ele pode ter sido muito autoritário ou muito bonzinho, alcoólatra ou morrido cedo.

A criança guarda aquilo no inconsciente, tornando-se uma adulta com culote. Na parte inferior da coxa, a mágoa é contra a mamãe. O braço representa o trabalho. Os glúteos representam uma pessoa mandona ou mandão. Enfim cada parte do corpo irá representar um assunto de um departamento. Pode reparar, existem pessoas magras e com aquela gordura localizada que não sai nunca.

A pessoa faz academia, faz regime e a gordurinha continua lá… Sabe quando ela vai sair? Quando a pessoa resolver aquele assunto que muitas vezes ela nem se lembra mais ou nem percebeu que era importante quando aconteceu.

O nosso inconsciente é muito sábio, ele registra todas as informações e em algum momento vamos precisar resolver os assuntos que estão pendentes, seja por algum tipo de terapia, por meditação, seja pelo autoconhecimento. Enquanto isso não acontece a gordurinha fica lá para te lembrar. E não adianta recorrer a massagens, lipoaspiração, drenagens. Em três meses, ela está novamente no mesmo lugar para te lembrar que existe algo naquele departamento a ser resolvido. Gostou do assunto? Quer saber mais? Sou Erica Ohno, me acompanhe no instagram @pontodeluzterapia . Somos um grupo de terapeutas integrativos, cada um com um tipo de terapia. Nossa missão é levar o conhecimento ao maior número de pessoas que se identificam com as terapias integrativas.

9 visualizações0 comentário